A distribuição nos serviços de entrega

A distribuição nos serviços de entrega

Por inúmeras vezes você já se deparou com situações em que realizou comprar online ou pelo menos conhece alguém que já tenha feito este tipo de procedimento. Para que o produto chegue até o consumidor, ou seja, até você, é preciso que essas grandes lojas contem com um rígido controle de estoque e um sistema de distribuição bastante eficiente, para que toda a logística que envolve esse processo tenha êxito e cumpra com os prazos corretamente.

Agora, imagine a seguinte situação: além de você, outras milhares de pessoas podem estar realizando outras comprar na mesma loja ou, até mesmo, adquirindo o mesmo produto que você. Para casos como este em que o volume de pedidos cresce de minuto a minuto e pedidos simultâneos vão acontecendo, é preciso que a logística de distribuição seja dinâmica.

Porque, nada melhor do que entregar um produto no prazo proposto que, para o cliente, é muito importante e é o fator que vai definir se ele vai realizar uma nova comprar e gerar credibilidade com a marca. Por isso, em muitos casos, as empresas acabam terceirizando esse serviço de distribuição e entrega de produtos e mercadorias. Porquê dessa forma, as empresas conseguem dar uma atenção maior ao gerenciamento do negócio, não precisando se preocupar com detalhes e problemas que possam envolver esse sistema de entregas.

Para que a credibilidade junto ao cliente não seja abalada e más experiências de compras acabem acontecendo, é preciso que as corporações consigam avaliar qual a melhor maneira de escolher uma empresa parceira que realizem esse trabalho de distribuição. Para termos uma ideia, de acordo com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o Brasil conta com mais de 71 mil empresas cadastradas como distribuidoras e transportadoras, que são especializadas no serviço de entrega de mercadorias e produtos, capazes de definir rotas e metas para calcular distâncias e auxiliar para que os prazos sejam cumpridos.

Por isso, para que seja possível escolher a melhor empresa parceira ou para implementar o sistema na sua companhia, elaboramos um guia que mostra o passo a passo do controle de estoque até os últimos passos que definem a distribuição.

Conferindo o estoque
Definir quem realizará o processo de distribuidora é importante, porém, antes de qualquer coisa, definir a quantidade de produtos em estoque e controlar essa entrada e saída de mercadorias, deve ser responsabilidade da empresa que realiza a venda, ou seja, a sua. Pois, a sua empresa só poderá começar a realizar o serviço de transporte de mercadorias, se um item tiver sido imediatamente reposto, para quem não ocorra casos de perda de vendas em virtude da falta de organização interna. Outro fator que deve ser observado, são casos em que o empresário precisa saber quanto tempo uma mercadoria demorará para ser reposta no estoque, levando em consideração prazos como processo de produção, tempo de entrega, dentre outros.

Definindo o serviço terceirizado
Caso a sua empresa opte por contratar empresas terceirizadas para realizar serviços de distribuição, vale pensar que possa existir alguns custos embutidos no momento de contratar estes serviços. Além do custo que envolve o serviço em si, é preciso saber que alguns gastos como combustível, manutenção de veículos, possíveis multas e acidentes e remuneração de funcionários também estão inclusos nos gastos fixos na hora da contração dessas empresas.

Mesmo com o aumento dos gastos, contratar uma empresa que realiza esse trabalho de entregas traz uma série de vantagens, que facilitarão no aumento da demanda de vendas, sem que a sua empresa precise ficar se preocupando com pequenos detalhes que aparecem nesse percurso e que, por muitas vezes, acabam gerando desgastes emocionais desnecessários.

Contrato com a transportadora
Além de saber quais os custos que você pode ter ao contratar uma empresa terceirizada, adquirir a confiança de uma transportadora também não é uma tarefa fácil. Para que seu serviço também se destaque, faça uma pesquisa com seus potenciais concorrentes, como por exemplo, se eles cobram frete ou fazem entregas com hora marcada, escolha uma transportada que o ajudará a superar detalhes e vantagens da sua concorrência.

Valores de contrato
Ao assinar o contrato com uma empresa, é preciso definir alguns detalhes como itens que precisam atenção especial e devem estar citados como destaque extra ou especial no próprio contrato. É preciso que o documento conste nas entrelinhas qual a base que a empresa oferece para que a logística tenha êxito e eficiência em todo o processo. Além de que, é preciso verificar se a transportadora conta com sistemas automatizados para que você possa monitorar e acompanhar o trajeto do produto. Além de citar no contrato valores e cláusulas de seguros, caso aconteçam imprevistos ou extravio das mercadorias e para que o cliente não saia prejudicado.

Por isso, antes de você contratar uma empresa para fazer a distribuição em nome da sua marca ou corporação, siga este passo a passo, que pode lhe auxiliar a tomar a decisão correta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *