A armazenagem e sua importância na logística

O conceito de logística teve um grande progresso desde a Segunda Guerra Mundial, tornando-se mais aceito e conseguindo uma melhor administração, já que se percebeu a necessidade de administrar a armazenagem e o próprio sistema como um todo, em vez de trabalhar com funções independentes.

A tecnologia de processamento de informações e o avanço das comunicações têm contribuído para a administração do sistema de logística como um todo e para a aplicação de conceitos e regras cada vez mais aprimorados nos processo de planejamento e administração da armazenagem.

No sistema de logística é preciso destacar a importância de todos os setores, como a armazenagem e a distribuição, por exemplo, cada uma direcionada para uma necessidade.

A logística, como um todo, é um conceito aplicado à administração do fluxo de materiais, insumos e produtos, desde a fonte primária até o usuário. Assim, deve-se pensar no fluxo das mercadorias e insumos desde a aquisição de matéria prima até a entrega do produto final ao consumidor.

Ao mesmo tempo, a logística também integra o planejamento e controle de produção, quando tratamos do interior de uma indústria, desde o recebimento de matéria prima, passando pelos processos de fabricação e de processamento, chegando aos produtos acabados.

Como estabelecer o controle na logística

A logística existe a escolha correta dos sistemas de controle, principalmente no mercado globalizado atual. Antes, as opções de transporte eram restritas à ferrovia e à navegação. Atualmente, mesmo com o uso desses meios, existem as opções de transporte aéreo e rodoviário.

O processamento de informações e a facilidade de comunicação também proporcionam maior velocidade à manipulação de mercadorias, insumos, matérias primas e produtos, exigindo novas técnicas de operação do sistema, possibilitando o estabelecimento de um controle mais sofisticado e, portanto, mais adequado.

Cada sistema de logística deve ser específico para cada tipo de estabelecimento, desde a escolha do local de armazenagem até às funções da fábrica, exigindo uma política e uma técnica especial de operação.

Cabe, aqui observar que tanto as características físicas quanto operacionais se mostram importantes, devendo ser examinadas num projeto global de logística. Podemos, assim, destacar alguns pontos básicos da logística:

·         A localização e a quantidade de unidades

O sistema de logística pode ter apenas uma fábrica ou várias delas e o sistema deve ser determinado através da disponibilidade de material, sempre com vistas à redução de custos, seja para transporte ou para mão de obra, o que vai exigir implantação de linhas de produtos complementares.

·         Localização e quantidade de armazéns

Num sistema de logística para mais de uma fábrica, podem ser mantidos armazéns em cada uma delas ou estabelecer armazéns em pontos centrais, que poderão facilitar o sistema implantado, seja para recebimento de insumos e matérias primas ou para o armazenamento de produtos acabados.

·         Sistema de transporte na logística

Os sistemas de transporte devem ser analisados dentro dos padrões de custo e otimização. Cada meio de transporte diferencia-se quanto a tempo, confiabilidade e características de manipulação e embalagem, influenciando os outros elementos do sistema de distribuição.

·         Informações e comunicação

Em empresas com mais de um estabelecimento é imprescindível a instalação de um sistema ligado por rede de comunicação e controle, que deve funcionar em consonância com o sistema de transportes.

·         Disponibilidade dos produtos

O sistema de logística deve ainda atender o consumidor final dentro de suas necessidades, criando condições para disponibilização dos produtos nos locais mais próximos, diferenciando-os de acordo com o tipo de consumidor.

·         Segurança no atendimento

Quando falamos em segurança no sistema de logística, nos referimos às medidas diretas ou indiretas de manter o produto no local adequado e na época certa. A segurança no atendimento pode ser maior com o aumento dos estoques, mas também pode ter um maior impacto sobre os custos da empresa.

·         Localização dos estoques

No sistema de logística, a localização dos estoques é fator importante. A empresa pode decidir não estocar todos os produtos em todos os armazéns, principalmente em razão da diferença de custos, índices de procura e exigências do mercado. Os custos e prazos de entrega diferentes tornam-se consequência das opções na política de armazenamento.

·         Produção diferente em locais diferentes

A produção é um fator a ser considerado no sistema de logística. Uma empresa pode produzir itens diferentes em fábricas diferentes, empregando técnicas de produção mais apropriadas para reduzir os custos e adaptando os produtos a pedidos especiais.

O papel da logística para os sistemas industriais

A logística tem como objetivo principal permitir a esquematização da movimentação de produtos, insumos e matérias primas para otimizar a produção e a comercialização. A logística deve servir para a manutenção e aperfeiçoamento de todo o sistema produtivo, exigindo, portanto, um cuidado especial da administração empresarial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *