Armazenagem Verticalizada na Indústria

Armazenagem Verticalizada na Indústria

Muito se fala atualmente em logística e sistemas de armazenagem. De acordo com o teórico Ballou, a atividade de armazenagem é um suporte primário da logística, assim como o planejamento de estoques, o setor de transportes e o controle de pedidos. A evolução da logística é constante e novas tecnologias e artefatos surgem em curtos períodos de tempo. Uma dessas tecnologias é a armazenagem verticalizada, que vem ganhando cada vez mais espaço nas empresas, devido ao grande número de vantagens que o sistema possui.

Quem iniciou a atividade de armazenamento foi o povo egípcio, em um período que data aproximadamente cinco mil anos atrás. Esse povo tinha como cultura produzir trigo para realizar a troca por materiais com outros povos, como os libaneses, que forneciam madeira. O início do armazenamento, se deu pela necessidade de armazenar o trigo colhido em um ano de farta colheita, desse modo, todo o excedente, foi armazenado em espécies de caixas, que eram transportadas pelo rio Nilo.

Outro povo pioneiro na utilização dos sistemas de armazenagem foram os romanos, que construíam grandes pavilhões para guardar alimento para abastecimento próprio do império.

Na sociedade moderna, a ascensão dos processos de armazenamento se deu após o fim da Segunda Guerra Mundial. Isso ocorreu pelo fato de praticamente todas as indústrias da Europa terem uma demanda muito grande de produção nessa época. O desenvolvimento do transporte marítimo também se desenvolveu e contribuiu para a ascensão, pois foi facilitado o trabalho.

Após esse apanhado histórico geral, vamos abordar hoje um assunto que muito tem se falado por profissionais de logística, os sistemas de armazenagem verticalizados. De acordo com os estudiosos e profissionais do ramo industrial da logística, a verticalização, que já não é mais uma novidade e sim uma realidade, é o principal meio que será utilizado para o armazenamento no futuro. Isso se dá, pelo fato de poderem ser feitas prateleiras industriais com altura ilimitada e que podem agrupar produtos em um local alto, sendo facilmente alcançados com o auxílio de uma empilhadeira.

A armazenagem vertical proporciona um ganho de espaço, que reflete nas atividades econômicas da organização, que pode dedicar mais verba para o desenvolvimento de novos setores ou investimentos em outras áreas que sejam de seu interesse por algum motivo específico.

A verticalização é vista como solução para muitos profissionais de logística que em tempos de outrora tinham dificuldades na organização de materiais e produtos nos armazéns. Além disso, médicos, fisioterapeutas e outros profissionais da área da saúde e que entendem de postura, aconselham esse tipo de sistema de armazenagem para evitar possíveis danos à saúde dos trabalhadores dos armazéns. Pelo fato de, na maioria dos casos, os equipamentos serem utilizados com a ajuda de uma empilhadeira, dificilmente ou muito raramente o operário terá de realizar esforços físicos repetitivos que poderiam gerar lesões em seu corpo.

A empilhadeira, veículo utilizado para o transporte e locomoção pelo armazém, além de econômica, faz seu trabalho com maestria, pois é fácil de manobrar e circular pelo local desejado, além de não exigir muito esforço do piloto. Para pilotar uma empilhadeira, porém, é necessário um curso que certifica nessa área. O veículo interno pode ser manual ou elétrico e movido a gasolina ou a diesel, sendo que alguns modelos mais antigos também eram movidos a álcool. Cada tipo de empilhadeira pode ser utilizado de diferentes formas, porém, é de concordância entre diversos empresários que o veículo é eficiente por diversos motivos, entre eles: transporte e elevação de materiais para pontos mais altos do sistema de armazenagem vertical, flexibilidade e durabilidade, baixo custo e eliminação total ou parcial de equipamentos auxiliares.

As empilhadeiras tornaram-se grandes aliadas dos profissionais de logística por contribuírem para a realização de um trabalho mais eficiente e eficaz nos armazéns. Além disso, conforme já dito anteriormente, contribuem para o aproveitamento de espaço e os processos da armazenagem verticalizada.

De um modo geral, os sistemas de armazenagem verticais têm se tornado essencial para o desenvolvimento de grandes indústrias, além de contribuírem com os fatores ambientes, evitando a necessidade de desmatamento de áreas verdes para construção de novos galpões, por exemplo. Há quem diga que a verticalização é a solução para diversos problemas da sociedade moderna e os espaços tendem a ser cada vez mais altos por essa finalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *