Atividades e tipos principais para a armazenagem de produtos

04-armazenagem

Entendemos como armazenagem um determinado conjunto de funções que envolve a recepção de produtos e matérias primas, sua descarga, carregamento, arrumação e conservação num ambiente apropriado, podendo dividir a armazenagem em matérias primas, produtos acabados, produtos semiacabados e acessórios para uma indústria, ou simplesmente mercadorias, quando se trata de uma empresa comercial.

O processo de armazenagem envolve todos os tipos de produtos necessários para a atividade da empresa, seja ela comercial, industrial ou se serviços. A armazenagem, portanto, pode ser definida como uma atividade que oferece meios de gerenciar custos, trazendo sempre as melhores soluções para a empresa.

O correto funcionamento da armazenagem, em seu lado prático, só se torna possível quando se leva em conta todos os fatores que interferem e influenciam os custos de armazenagem e sua importância para a empresa.

Atividades que envolvem a armazenagem

As atividades mais importantes que envolvem a armazenagem são as seguintes:

1.      Recepção de produtos e mercadorias

A recepção de produtos e mercadorias ou acessórios é o conjunto das operações para identificar o material recebido, fazer a análise dos documentos fiscais, comparar o recebimento com o pedido, fazer sua inspeção e tomar as atitudes necessárias, com a aceitação ou devolução de itens.

2.      Estocagem dos materiais recebidos

A estocagem dos materiais recebidos envolve algumas operações relacionadas com seu correto armazenamento, como a classificação, de acordo com sua utilização final, ou seja, como matéria prima, como itens auxiliares, como estoque operacional ou estoque de produtos acabados, além de estoque de materiais administrativos.

3.      Distribuição dos materiais armazenados

A distribuição é voltada para a correta expedição dos materiais contidos na armazenagem, envolvendo, segundo as necessidades, com a embalagem mais adequada, a entrega do produto ao seu destino final, a entrega para os solicitantes no próprio setor de armazenagem e o controle correto de tudo o que está sendo movimentado.

Além dessas operações, ainda devemos considerar os tipos de armazenagem necessários para a empresa, como podemos destacar:

1.      Armazenagem temporária

Na armazenagem temporária devemos considerar a fácil localização, como, por exemplo, em paletes, para que possa haver melhor movimentação do material, atendendo com maior rapidez os setores que necessitam do que foi estocado.

2.      Armazenagem permanente

Na armazenagem permanente devemos manter um local determinado para o depósito e o fluxo de materiais solicitados, contendo um endereço determinado, garantindo sua organização e a facilidade de sua localização e entrega.

Vantagens de um bom sistema de armazenagem

Quando o sistema de armazenagem é montado da forma correta, a empresa consegue também inúmeros benefícios, entre eles a redução de custos e o melhor aproveitamento do espaço.

A armazenagem de forma correta ainda oferece facilidade na fiscalização e monitoramento dos materiais usados na produção, garantindo maior precisão para uma indústria ou, no caso de mercadorias, de garantia da qualidade do produto.

A necessidade de um sistema correto de armazenagem pode evitar, para a empresa, a aplicação de capital de giro, que se traduzem diretamente nos resultados financeiros da empresa.

Para garantir essa armazenagem correta, é essencial que sejam aplicados os serviços administrativos, que possibilitem o total controle dos estoques, garantindo melhor aplicação de capital, correta distribuição dos produtos e itens necessários à indústria e tecnologia eficiente para controlar e manter a integridade dos itens armazenados.

Assim, dentro de um armazém, além de um software aplicável às necessidades da empresa, com pessoal devidamente treinando para sua operação, há também a necessidade de operacionalização do armazém, com máquinas e equipamentos apropriados, com estrutura física adequada, com conhecimento logístico dentro do exigido pela empresa, criando a melhor integração possível do armazém com outros setores da empresa.

A armazenagem, portanto, envolve todo um conjunto de operações e funções para garantir maior produtividade para qualquer tipo de atividade empresarial. Os custos gerados pela armazenagem são encarados como investimento e, dentro dessa categoria, devem oferecer à empresa possibilidade de rápida movimentação de cargas, de redução dos custos de produção e de customização dos processos.

As atividades do setor de armazenagem devem se complementar para garantir essa correta movimentação, facilitando as atividades de outros setores e trazendo, como resultado final, uma completa organização empresarial, dentro das políticas aplicadas pela empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *