4 tipos de Sistemas de Armazenagem com Paletes

Conheça os tipos de Sistemas de Armazenagem com Paletes

A logística, conforme já abordamos em diversos outros momentos por aqui, trata-se de uma metodologia de trabalho que facilita todo o processo de produção empresarial, desde a extração da matéria-prima, até a entrega ao consumidor final do produto. Em todos as fases de implementação da logística, termo este que tem como origem no radical grego logistikós (arte de calcular), existe a participação de sistemas de armazenagem que, em seu princípio, somente trazem benefícios para um bom funcionamento em diferentes tipos de processos.

Para termos uma noção, de maneira mais simples e direta, em como a logística funciona nas indústrias, vale lembrar e retomar nosso conhecimento em logística empresarial. Para quem não recorda, basta lembrar de um grande estudioso da área, Ballou, que retratava o assunto como um conjunto de atividades com movimentação e armazenagem e que facilita o fluxo de matérias-primas que, em seguida, são transformadas em produtos e somente chegam ao consumidor final após um longo processo.

Para a postagem de hoje, que você confere a seguir, relacionamos apenas as categorias de sistemas de armazenamento que utilizam os paletes na indústria. Nos demais posts conheceremos outros sistemas, também de grande importância nesse setor. De qualquer modo, confira a seguir em que casos a utilização dos paletes se adapta melhor ao seu sistema de armazenagem:

 

Porta-paletes convencional:

Este é um tipo de estrutura bastante utilizada em diversos nichos industriais, no entanto é empregada quando as operações de carregamento mais diversas se fazem necessárias, ou seja, somente poderá ser utilizada quando as cargas dos paletes variarem muito e que permitam a variação de cargas em qualquer posição e sem nenhum obstáculo, permitindo a livre movimentação que acontece dentro dos armazéns.

Este sistema necessita de uma área bastante ampla para os seus corredores, durante a sua implantação, pois necessita da livre passagem para aparelhagens específicas, visto que, o estoque dos produtos e mercadorias são armazenadas no modo vertical, numa espécie de prateleiras. Apesar disso, este método tem a vantagem de agilizar as operações dentro das empresas, pois diminui a perda de espaço entre os corredores por conta da utilização dos paletes nas alturas.

Outra vantagem do sistema de porta-paletes convencional é que suas medidas não seguem padrões de altura, adaptando-se às estruturas dos pavilhões ao qual está inserido. Geralmente, são unidas em dois em dois ou de três em três colunas, com o auxílio de uma ferramenta de travamento, com a utilização tanto na horizontal como na diagonal, conhecida como longarinas. Sendo que estas vigas podem atingir até os 30 metros de altura, se assim for necessário.

Mesmo com a vantagem do ganho de espaço físico devido a sua estrutura vertical, os corredores ainda precisaram estar completamente livres, pois o trânsito de mercadorias e produtos será realizado por meio de um maquinário especial, como empilhadeiras (que podem ser elétricas, por combustão interna, trilaterais, dentre outras), ou ainda, com outros dispositivos como os transelevadores. Vale lembrar também que a medida dos corredores não seguem padrões normativos e são adaptados conforme as estruturas ao qual estão inseridos.

Outra vantagem do sistema de porta-paletes convencional é o baixo custo de implantação, se comparado aos demais sistemas que serão apresentados no decorrer desta postagem. Contando ainda com uma diversidade de usos e funções, como a possibilidade de manter um estoque com diversos formatos e tamanhos. Além dos mais variados acessórios, que incluem até os não paletizados, como sacarias, contêineres, caixas, tambores, bobinas, chapas planas, dentre outras. Além de ser de fácil montagem, fato este que economiza tempo e ajuda a acelerar o processo de produção das empresas.

 

Porta-Paletes para Corredores Estreitos:

Se o porta-paletes tinha a vantagem da estocagem nas alturas, mas necessitava de espaço entre os corredores para o trânsito de maquinários como as empilhadeiras, este sistema permite que o espaço físico disponível para a armazenagem seja otimizado, em lugares em que a estrutura dos corredores são bastante limitados. Porém, conta com um custo benefício muito maior que o item anterior, visto que necessita de um investimento maior por conta da implantação de trilhos e fios indutivos, que se fazem necessário para esta movimentação. Além disso, caso estes sistemas necessitem de algum tipo de manutenção, nenhum outro equipamento pode substituí-lo, causando atrasos no andamento de demandas.

 

Porta-Paletes para Transelevadores:

Outro sistema que também ajuda a otimizar o espaço físico disponível é o sistema de porta-paletes para transelevadores. Isso se dá por conta de que o seu corredor é ainda menor do que aquele que a empilhadeira trilateral utiliza. E assim como o porta-paletes convencional, utiliza as estruturas que envolvem estocagem no modo vertical, no qual é possível utilizar as alturas, facilitando mais rapidez na movimentação e acelerando os processos rotineiros das instituições.

Além disso, mesmo possibilitando o aproveitamento do espaço físico na vertical, o sistema de porta-paletes para transelevadores propicia uma segurança maior no manuseio do palete, aprimorando também a automação e controle do FIFO (aquele sistema em que o primeiro produto que entra no estoque de armazenagem também deve sair antes que todos os outros, assim, evitando a perda da mercadoria por vencimento).

 

Porta-Paletes Autoportante:

Assim como outros sistemas apresentados nessa postagem que fazem um aproveitando do espaço vertical, o porta-paletes autoportante descarta a necessidade da construção de uma estrutura fechada como edifícios ou pavilhões. Além disso, o tempo de construção também é menor, assim como a exigência de um grande investimento, saindo muita mais em conta, se comparado com os demais sistemas de armazenagem apresentados até aqui. Esta economia se dará por conta de que esta estrutura necessita apenas de um suporte para fechamento lateral e uma cobertura, visto que facilitará uma distribuição de cargas no piso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *