Por que usar os carretões na indústria?

Para quem acompanha as novidades aqui no site, já aprendeu que é possível se automatizar atividades cotidianas nos sistemas de armazenagem que, além de facilitar o transporte de mercadorias dentro dos estoques, quase anula o risco de ocorrerem acidentes entre os funcionários, ou ainda, extravios e deterioração de mercadorias realizadas por causas humanas.

E é justamente sobre o transporte de produtos dentro destes grandes centros é que falaremos na postagem de hoje. Veremos uma das formas mais seguras de realizar o translado dessas mercadorias que traz ainda a vantagem de auxiliar e dar mais agilidade às atividades rotineiras dentro das indústrias.

Por que usar os carretões na indústria

Vamos falar do uso dos carretões, um produto que também faz parte do mix da Fabrimetal. Ao longo desta postagem veremos quais as vantagens do uso e porque realmente elas são a melhor opção para se usar dentro dos centros de armazenagem.

Vale lembrar também que, caso você queira conhecer um pouco mais sobre os centros de armazenagem, suas principais características e vantagens, preparamos um grande fascículo com tudo o que você precisa saber sobre este universo.

Principais funções

Os chamados carretões são utilizados, geralmente, para aumentar a agilidade em todos os processos na indústria que dizem respeito à movimentação e o transporte. Além de que são muito resistentes ao atrito com o solo e no carregamento de grandes cargas.

Além disso, ajudam a minimizar custos internos na questão de transporte das mercadorias, assim como no extravio no quesito de fragilidade dos produtos, evitando acidentes quando transportados por via pessoa para pessoa.

Estes sistemas de transporte industriais são muito utilizados como complemento em empresas que adotam o uso dos sistemas de armazenagem. Os carretões, também conhecidos como carretas bidirecionais, são utilizados para o transporte em geral e têm como objetivo dar agilidade aos processos de movimentação que envolvem os sistemas de armazenagem. Eles são então, peça complementar e que auxilia no bom funcionamento dos processos de armazenamento.

As carretas com sistema bidirecional fazem parte de um sistema de movimentação bastante eficaz. É chamado de bidirecional pelo fato de os rodízios da parte traseira terem a mesma direção que os da parte da frente. Esse sistema permite uma melhor condução do veículo, garantindo a chegada do produto ao local de destino. Os carretões são muito utilizados em processos de picking onde devem ser escolhidos diferentes produtos que podem estar em locais distantes um do outro no armazém.

Em relação as hastes de engate das carretas industriais, elas contam com uma extensão rígida e flexível, de modo que proporciona uma facilidade quando se faz a formação de comboios, podendo dessa maneira transportar mais produtos num tempo muito menor.

Picking

Em relação ao processo de picking, conforme já mencionado nesta postagem, trata-se do processo de recolher e separar os produtos nos armazéns, divididos de acordo com características pré-definidas nas categorias e quantidades. Este processo, geralmente, é realizado quando as empresas têm a necessidade de separar os pedidos feitos por determinado cliente e encaminhá-los para o setor de expedição, departamento responsável por separar as mercadorias, embalá-las e encaminhar para o seu destino por meio do sistema de entregas. E como nos centros de armazenagem, em termos gerais, possuem amplos espaços, e ainda, com a possibilidade de existir uma vasta variedade de produtos e mercadorias dos mais diferentes tipos e com destinos de entrega mais variados ainda, os carretões industriais podem muito bem servir como suporte aos sistemas de armazenagem, de modo que um objeto pode ser levado de um local para outro com facilidade.

Auxílio dos rodízios

Para o correto funcionamento dos carretões, características específicas sobre os componentes que os compõem devem ser observados com cautela. Principalmente no quis respeito aos processos que envolvem os rodízios, principalmente por contarem com sistemas de tração, que podem ser manuais ou mecânicos, conforme detalhamos abaixo:

  • Tração Manual: processo que conta com um sistema de operação realizado por quem está no comando do equipamento de transporte. Em termos gerais, compõem equipamentos que necessitam da ação humana para executar o movimento;
  • Tração Mecânica: já para este processo, a ação de deslocamento por sofrer influência de meios motorizados ou com o auxílio de reboques, existindo a possibilidade de atingir uma velocidade de deslocamento superiores aos 4 quilômetros por hora. Sendo assim, muito maior do que no outro sistema que sofria influência da ação humana sem eu transporte ou deslocamento.

Após estas explanações, chega-se à conclusão que existe a possibilidade de se otimizar o tempo em um processo de separação e catalogação de produtos com o auxílio dos carretões industriais, que por possuírem características bidirecionais apresentam também rodízios colocados no mesmo sentido, gerando uma maior praticidade e qualidade no serviço. Todo esse processo, se feito de maneira correta e usando os instrumentos corretos, acarreta num melhor atendimento ao cliente final, que tendo seu produto entregue de forma correta e dentro do prazo estipulado, certamente ficará contente com o trabalho da empresa e voltará a adquirir produtos da mesma em outras oportunidades. Para isso, porém, é necessário trabalhar com equipamentos de qualidade nos armazéns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *