Porta paletes tipo drive-through

06 Drive Through

O sistema de armazenagem conhecido como porta paletes drive-through é montado de forma que as empilhadeiras possam se movimentar dentro de sua própria estrutura, deixando que os porta paletes fiquem armazenados de forma longitudinal, o que proporciona maior utilização do espaço, já que os corredores utilizados pelas empilhadeiras são menores.

O sistema de porta paletes drive-through utiliza guias que se apoiam sobre os braços fixados nos pórticos do almoxarifado, permitindo livre movimentação das empilhadeiras, sendo o método indicado para armazenamento de materiais de pouca rotatividade.

Onde deve ser usado o sistema porta paletes drive-through

Segundo os especialistas em logística, o sistema porta paletes drive-through deve ser usado para armazenamento e movimentação de entrada e saída de produtos que devem ser separados, sendo os mais indicados para empresas que movimentam os produtos armazenados em intervalos mais longos.

O sistema, portanto, não é o mais adequado para empresas que precisam movimentar seus estoques com maior frequência, atendendo com maior eficiência aquelas que usam muitas peças para aplicar em seus produtos, podendo movimentar com maior facilidade o que necessitam nas etapas de produção.

O sistema de porta paletes drive-through utiliza o armazenamento na modalidade LIFO (last-in/first-out), ou seja, último que entra, primeiro que sai; e FIFO (first-in/first-ou), ou seja, primeiro que entra, primeiro que sai, não atendendo, desta forma, ao armazenamento de produtos perecíveis.

Vantagens da utilização do sistema porta paletes drive-through

A utilização do sistema porta paletes drive-through traz diversas vantagens para empresas que não tenham grande necessidade de rotatividade de estoque. Entre elas, podemos destacar:

  • Permite a utilização de empilhadeiras comuns, com algumas adaptações de proteção ao operador para que se possa trabalhar nas modalidades de armazenamento LIFO e FIFO;
  • Possibilita ajustar altas densidades de armazenamento no almoxarifado, eliminando e reduzindo corredores;
  • Com a utilização de metade da área de um porta paletes convencional, permite o armazenamento de maior número de paletes;
  • O investimento é considerado dentro dos padrões, embora o custo médio estimado por palete armazenado seja maior do que a estrutura convencional;
  • Protege as peças e itens armazenados, não possibilitando esmagamento acidental ou risco de quedas, mesmo com a sobreposição de vários paletes;
  • Permite verticalizar o espaço de forma simples e seletiva, criando acesso rápido às cargas armazenadas;
  • Possibilita também outras utilizações para áreas de picking, passarelas em pisos entre os planos e armazenagem de tambores e bobinas, entre outros materiais;
  • Permite maior seletividade, já que não há necessidade de movimentar outras cargas já posicionadas;
  • Possibilita maior rapidez na localização de materiais e movimentação dos paletes;
  • A estrutura é desmontável, facilitando a remoção para outros locais, permitindo também ampliações.

Nas estruturas de porta paletes drive-through, as cargas são armazenadas em sequência na profundidade da prateleira, sobrepondo-se em duas fileiras. A entrada e a saída dos itens armazenados exige apenas a sua manutenção por endereço na prateleira, da forma mais apropriada para a administração do almoxarifado, possibilitando a entrada do lado oposto ao da retirada.

O acesso aos materiais armazenados pode também ser feito por qualquer dos lados das prateleiras, contando com lastres com rodas para fazer a movimentação dos paletes, ajudando na sua movimentação e colocando-os do mesmo lado, usando a gravidade para sua movimentação.

A estrutura do porta paletes drive-through é montada por blocos verticais e horizontais, que são as ruas de armazenagem, dando acesso à empilhadeira, fazendo o carregamento dos paletes dentro de sua própria estrutura, num bloco contínuo, sem corredores intermediários e permitindo a entrada da empilhadeira dentro da estrutura.

A única diferença existente entre os sistemas de porta paletes drive-in e drive-through é que, no primeiro, a empilhadeira não pode atravessar os corredores, enquanto que no sistema drive-through, a movimentação é possível pelos dois lados, dando maior flexibilidade na escolha dos materiais e na sua movimentação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *