Sistema de armazenagem de estoque

03 Estoque

O sistema de armazenagem de estoque tem acompanhado a evolução exigida pelo mercado, trazendo sempre inovações e preocupando-se muito mais com a produtividade e a rapidez, desenvolvendo novas técnicas de logística e implantando meios informatizados para atender de forma mais eficiente.

Assim é que, há alguns anos, a ocupação física de armazém ou um almoxarifado era muito mais focada na área ocupada do que na área cúbica do espaço, fazendo com que o local de armazenamento de produtos, matérias primas ou mercadorias não fosse tão bem aproveitado.

O conceito de sistema de armazenagem de estoque anterior mostrou-se antieconômico, fazendo com que as empresas comerciais e industriais buscassem melhor adequação, adaptando-se para os novos modelos, encontrando na racionalização a melhor opção para reduzir o espaço em área considerada em metros quadrados para pensar soluções de ocupação em metros cúbicos, podendo, assim, armazenar maior quantidade de materiais num espaço menor, criando formas adequadas para não ter prejuízos com produtos danificados.

Sistema de armazenagem de estoque, novos conceitos

Os profissionais de logística costumam classificar de forma diferente a armazenagem do estoque, considerando que cada um deles tem um conceito distinto. O sistema de armazenagem, assim, estaria voltado para o armazenamento de produtos acabados e a estocagem para guardar matérias primas.

Um sistema de armazenagem de estoque, de acordo com o conhecimento da logística, no entanto, pode ser visto como um conjunto só para a área de suprimentos e para produtos acabados. Mesmo que os processos sejam aplicados de forma diferente, exige-se sempre controle e velocidade na operação, com flexibilidade para atendimento tanto da área de produção quanto para a comercialização.

Entende-se, naturalmente, que o fornecimento de suprimentos seja um método mais prático, enquanto que, para produtos acabados, o sistema de armazenagem de estoque exija uma complexidade maior, principalmente em se tratando de logística, já que é necessário atender diretamente o mercado, o que vai exigir maior qualidade e menos tempo para o atendimento.

O processo logístico exige que o sistema de armazenagem de estoque tenha fluxos de mercadorias entre diversos pontos de uma rede, havendo a necessidade de se manter produtos e mercadorias estocados durante períodos determinados.

Essa situação, por sua vez, vai exigir a manutenção de um controle rígido dos produtos armazenados, com a criação de um sistema de inventário, de necessidade de reposição de itens, de pessoal especializado para a manutenção do sistema, etc.

Exigências desse tipo também são uma preocupação da logística para suprimentos nas indústrias, que não podem passar de determinados limites, evitando paradas na produção, quando em falta, ou possibilidade de perda de material, por excesso. Assim, mesmo que se defina armazenagem e estoque como conceitos diferentes, cada um deles possui necessidades semelhantes.

Mesmo que armazenagem seja um conceito genérico e amplo, incluindo todas as atividades de um armazém que se destina à guarda temporária e à distribuição de materiais, e a estocagem como um fluxo de materiais de suprimentos para a indústria, ambos exigem o controle, a manutenção e um rígido sistema integrado.

As diferenças básicas estão no capital investido: enquanto produtos acabados estão disponíveis para venda, trazendo capital para a empresa, os suprimentos são investimentos que exigem um capital empregado para gerar novos produtos.

Em ambos os conceitos, o sistema de armazenagem de estoque exige as mesmas atividades, que envolvem o recebimento, a identificação e a conferência, a inspeção de qualidade, o endereçamento para o armazenamento, a estocagem e sua movimentação, com separação de produtos ou suprimentos para entrega.

Os processos do sistema de armazenagem de estoque também exigem embalagem (no caso de produtos), expedição e registro das operações. Vê-se, portanto, que não é um processo simples para ser administrado, exigindo conhecimento e habilidades específicas de profissionais capacitados.

O sistema de armazenagem de estoque e seu processo

No sistema de armazenagem de estoque o processo compreende diversas necessidades:

  • Aplicação de mão de obra especializada;
  • Utilização de equipamentos, como empilhadeiras, por exemplo;
  • Correta adequação do espaço destinado à armazenagem;
  • Controle de estoque dentro de um índice médio;
  • Endereçamento de estoque para oferecer acesso mais rápido aos itens;
  • Proteção de todo o estoque armazenado;
  • Controle de perdas e avarias de itens;
  • Atendimento à expedição dentro de prazos e limites e, por fim;
  • Manutenção de um índice de produtividade.

Todo esse processo no sistema de armazenagem de estoque tem como objetivo principal minimizar os custos de produção ou de distribuição na logística.

Portanto, não podemos considerar apenas as diferenças entre estoque e armazenagem, uma vez que a função de ambos é basicamente a mesma.

O sistema logístico exige que todos os departamentos de uma empresa trabalhem em sintonia, agregando informações e recursos para que o sistema de armazenagem de estoque seja o mais eficiente possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *