Sistema de porta paletes para corredores estreitos

09 Corredores estreitos

O sistema de porta paletes para corredores estreitos são os maiores desse tipo de estrutura. Trata-se de um sistema que oferece todas as capacidades e características de uma estrutura de porta paletes, podendo alcançar altura de mais de 10 metros, permanecendo livres os corredores para movimentação da empilhadeiras e elevadores.

O sistema de porta paletes para corredores estreito permite utilização melhor do espaço disponível, podendo ser o mais adequado para almoxarifados menores, possibilitando, ao mesmo tempo, maior desempenho na movimentação dos paletes.

O sistema é o mais adequado para almoxarifados que exigem armazenamento de grande quantidade de artigos soltos sobre paletes. Se compararmos o empilhamento em blocos com o sistema de porta paletes para corredores estreitos, teremos a vantagem de um armazenamento sem pressão, com acesso direto aos paletes, combinado com uma menor largura dos corredores de trabalho, oferecendo maior segurança aos operadores, ao mesmo tempo em que possibilita maior armazenamento de carga.

Vantagens do sistema de porta paletes para corredores estreitos

O carregamento das prateleiras no sistema de porta paletes para corredores estreitos utiliza empilhadeiras para esse modelo de corredor, guiadas por trilhos ou por indução e por transelevadores. Um corredor pode ser reduzido à largura de 140 cm.

O sistema de porta paletes, de uma forma geral, não apresenta avanços revolucionários, estando num ponto em que o mais importante é a combinação dos sistemas até agora criados, combinando uma boa estrutura e aplicando a estratégia correta para conduzir melhor as operações, mantendo a eficiência e a redução de custos de armazenagem nos centros de distribuição.

Com vistas à redução de custos necessária para as empresas, o sistema de porta paletes para corredores estreitos é a melhor solução para o armazenamento. Na prática, é necessário que o usuário possa ter maior quantidade de itens dentro de uma mesma área. Isso faz com que o sistema de porta paletes para corredores estreitos mostre-se como a solução mais viável.

O sistema de porta paletes para corredores estreitos utiliza componentes trilaterais, com estruturas verticalizadas, servindo para o uso de transelevadores. O sistema, desta forma, tem como objetivo possibilitar a movimentação das estruturas, aumentando o seu alcance e otimizando as operações.

O sistema é o mais utilizado em países europeus, asiáticos e norte-americanos, tendo em vista que os imóveis possuem custo mais elevado. No Brasil, o sistema de porta paletes para corredores estreitos ainda não é muito utilizado, já que a maior parte dos armazéns e centros de distribuição são construídos em áreas maiores. Temos a ponderar, no entanto, que as empresas podem conseguir grande economia com a implantação desse modelo de armazenamento, já que a verticalização dos porta paletes permite utilizar melhor a área disponível.

Enquanto um sistema de porta paletes tradicional exige corredores de até 4 metros de largura, no sistema de porta paletes para corredores estreitos, os mesmos corredores podem ter larguras entre 1,40 e 1,80 metros. Desta maneira, é possível ampliar a utilização do espaço dentro das mesmas dimensões de um almoxarifado.

Um sistema de estocagem alto, verticalizado, pode chegar a 30 metros e, em muitos casos, pode não resolver o problema de uma empresa ou de um centro de distribuição, além de exigir empilhadeiras especiais ou um sistema de elevação específico para chegar até o produto armazenado.

Com o sistema de porta paletes para corredores estreitos cria-se um sistema mais enxuto, com fluxos mais otimizados, levando à melhoria da movimentação de cargas, aumentando também a produtividade do centro de distribuição ou do almoxarifado.

A configuração do sistema de porta paletes para corredores estreitos significa vantagens econômicas significativas para a empresa, oferecendo menor possibilidade de acidentes, menos avarias aos produtos, aprimorando a operação de movimentação de cargas.

A implantação desse modelo de armazenamento possibilita também uma estocagem dinâmica, reduzindo custos com operação, com mão de obra e com melhor aproveitamento do espaço disponível.

Ao separar um produto, a própria gravidade faz com que o próximo produto desça sobre roletes, colocando o produto sempre no ponto de separação mais acessível ao transporte, e esse movimento simples pode aumentar a taxa de otimização em até 30% do tempo.

No caso de agregar novos itens ao estoque, não é necessário mexer com a estrutura do porta paletes nem substituir as prateleiras, criando uma estratégia que possibilite a inclusão de novos itens de forma prática e rápida, resultando em economia do custo de operação. O investimento nesse sistema pode trazer, ao longo do tempo, redução de custos e de operação, garantindo maior produtividade e melhor gestão do estoque no armazém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *