Os custos da armazenagem e sua distribuição

A logística para qualquer tipo de empresa exige muitos cuidados com relação aos seus custos, uma vez que a armazenagem demanda investimentos básicos para a operacionalidade industrial ou comercial.

No varejo, encontramos uma imensa variedade de produtos, fornecidos pelas mais diversas indústrias que, por sua vez, produzem também uma variedade deles que são produzidos com matérias primas diferenciadas, cada uma exigindo determinados cuidados na armazenagem antes de sua utilização.

Continuar lendo

Os custos da armazenagem e como conseguir reduzi-los


A maior parte dos custos de armazenagem, como aluguel, pessoal, depreciação de equipamentos e instalações, são considerados fixos e indiretos. Com essas características, é mais difícil gerenciar a operação e a alocação de custos.

Como se tratam de custos fixos, a armazenagem faz com que os valores sejam proporcionais à capacidade instalada, ou seja, não importa se o almoxarifado está cheio ou vazio ou se está movimento uma carga menor de produtos do que planejado.

Continuar lendo

Tipos de paletes para armazenagem

13 palete

Um sistema de logística, para ser eficiente e atender todas as necessidades de armazenagem de produtos, matérias primas e insumos, deve contar com ferramentas e equipamentos que possam oferecer maior rapidez e mais economia.

Na busca da otimização do sistema de armazenagem, era necessário criar um equipamento que pudesse substituir o trabalho manual, além de manter os produtos adequadamente na armazenagem, preservando sua qualidade e integridade.

Continuar lendo

Normas da ABNT para a armazenagem

04-normas-abnt

Até o ano de 2008 o Brasil não possuía qualquer norma técnica para direcionar os procedimentos de armazenagem de produtos.

Nesse ano, atendendo a um pedido da Associação Brasileira de Movimentação e Logística (AMBL), a ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas elaborou a primeira norma brasileira para sistemas de armazenagem, direcionando-a para definir os parâmetros para uso de estruturas porta paletes.

Continuar lendo

Armazenagem: entendendo o seu funcionamento

10-armazenagem

Entender a importância da armazenagem é uma exigência, já que a administração moderna exige maior racionalidade na manutenção dos estoques. O armazenamento representa capital e, se não for racionalizado, torna-se prejudicial à saúde financeira da empresa.

A armazenagem é mais do que uma necessidade no sistema logístico, devendo ser vista como uma conveniência econômica. As mercadorias podem ser colocadas em pontos de demanda, sem a necessidade de armazenagem nos estoques.

Continuar lendo

Logística da armazenagem: necessidade básica para as empresas

07-armazenagem

A logística da armazenagem de produtos, materiais, mercadorias e matérias primas, deixou de ser apenas uma necessidade básica para as empresas desde algum tempo, tendo se tornado um elemento essencial, com papel estratégico para o desempenho empresarial.

Garantir o correto funcionamento da armazenagem é um dos pontos básicos para entender o conceito de armazenagem e as razões porque sua situação pode ser influenciada diretamente pelos produtos.

Continuar lendo

Atividades e tipos principais para a armazenagem de produtos

04-armazenagem

Entendemos como armazenagem um determinado conjunto de funções que envolve a recepção de produtos e matérias primas, sua descarga, carregamento, arrumação e conservação num ambiente apropriado, podendo dividir a armazenagem em matérias primas, produtos acabados, produtos semiacabados e acessórios para uma indústria, ou simplesmente mercadorias, quando se trata de uma empresa comercial.

O processo de armazenagem envolve todos os tipos de produtos necessários para a atividade da empresa, seja ela comercial, industrial ou se serviços. A armazenagem, portanto, pode ser definida como uma atividade que oferece meios de gerenciar custos, trazendo sempre as melhores soluções para a empresa.

Continuar lendo

Entendendo as diferenças entre armazenagem e estocagem

20-armazenagem

Armazenagem tem como significado a ação ou efeito de armazenar produtos e mercadorias, que são constantemente movimentados para atender às mais diversas necessidades. Enquanto isso, estocagem é o ato de desenvolver ou criar estoque.

Embora não sejam termos com o mesmo significado, o conceito de armazenagem é, muitas vezes, confundido com o de estocagem, e isso ocorre até mesmo por pessoas mais experientes, com maior conhecimento de logística. A confusão, no entanto, não é assim tão grave, uma vez que as duas palavras possuem conceitos que apontam praticamente para um mesmo alvo.

Mas, se procurarmos entender mais a fundo, os termos armazenagem e estocagem são designativos de processos diferentes, que apontam para conceitos únicos para cada uma das palavras. Vamos procurar entender melhor.

Qual é o conceito de armazenagem

Usamos o termo armazenagem para nos referirmos à guarda de produtos já prontos para consumo. A armazenagem é uma atividade ligada à logística, sendo fundamental para qualquer processo que envolva uma cadeia de suprimentos. Os armazéns são usados para facilitar a distribuição de produtos e para atender às mais diversas demandas do mercado, necessitando, para isso, maior velocidade e flexibilidade em todas as operações.

Com a armazenagem criamos um fluxo de mercadorias entre pontos diferentes, como distribuidores e comércio varejista ou atacadista, ou durante os processos logísticos de transferência de mercadorias, permitindo que os produtos sejam guardados durante determinado período antes de atender o consumidor final.

A armazenagem de produtos e mercadorias exige controle mais rígidos, como a elaboração de inventários e dos custos diretamente relacionados ao armazenamento, já que se trata de capital de giro da empresa. Num sistema de armazenagem existe a complexidade estrutural, com a utilização de pessoal com conhecimentos específicos sobre controle, movimentação e transporte.

Qual é o conceito de estocagem

Em seu conceito mais básico, a estocagem é definida como a guarda de matérias primas, embora não seja esse conceito o suficiente para definir o que entendemos como estoque. Na realidade, podemos considerar como estoque tanto as matérias primas como os produtos semiacabados ou já prontos para distribuição e consumo. A diferenciação de estoques em uma mesma empresa está exatamente no conceito atribuído a cada uma das palavras.

De forma geral, podemos ver que existe uma semelhança muito grande entre armazenagem e estocagem, mas nós é que devemos estabelecer as diferenças. A armazenagem está diretamente relacionada à guarda de todos os estoques da empresa, ou seja, para fazer a armazenagem precisamos contar com uma estrutura física destinada às mercadorias ou produtos, como um galpão ou depósito com as suas paredes, divisórias, paletes, prateleiras, carrinhos, empilhadeiras, cobertura e todos os componentes exigidos para manter o devido controle, como fichas, computadores, impressoras, requisições e o que mais for necessário.

A armazenagem exige maior cuidado do que e estocagem

Podemos, portanto, entender que a armazenagem envolve um conceito muito mais amplo, exigindo maior dinamismo, com controle, cálculos, movimentação e transporte e inventários.

Como guarda temporária dos produtos, a armazenagem mantém uma relação direta com almoxarifados, com centros de distribuição e com o ciclo operacional, numa indústria, por exemplo, exigindo pessoal especializado e estrutura física apropriada.

A estocagem, por seu lado, apresenta menor dinamismo, servindo para guarda permanente de matérias primas e produtos e sua relação com a administração empresarial é através do fluxo de caixa, das estratégias de vendas e de marketing e com os fornecedores.

Em razão de seu dinamismo, o sistema de armazenagem mostra-se de suma importância para qualquer negócio, tornando-se o elemento responsável pelo controle de todos os processos, como destacamos:

  • Recebimento, identificação, conferência, separação dos itens, além do endereçamento para o estoque;
  • A estocagem, propriamente dita, com a colocação dos itens em seus devidos lugares;
  • A retirada e entrega dos itens para atendimento de pedidos;
  • A correta embalagem, quando necessário, para a entrega ou distribuição ao sistema logístico;
  • Expedição de pedidos e registro das operações.

O sistema de armazenagem exige muito mais atenção que a estocagem para garantir produtividade para a empresa, propiciando redução de custos através do correto controle de estoques, e garantindo a distribuição de itens em tempo hábil, além da separação entre lotes para garantir maior velocidade à produção ou à distribuição.

Além disso, o sistema de armazenagem garante melhor utilização do espaço, aproveitamento racional de mão de obra, de equipamentos e de energia, maior rotatividade dos itens, controle de perdas e atendimento mais rápido às diversas necessidades da empresa.

 

Os Custos no Sistema de Logística

Os Custos no Sistema de Logística

Uma das principais características da logística moderna é a crescente complexidade de suas operações, além disso, essa complexidade influencia muito nos custos que as atividades de logística representam para uma organização.

 

As teorias e conceitos sobre logística, com o passar do tempo, estão mudando. Ao se falar em ocupação física, até alguns anos atrás, se tinha a ideia mais de área do que de altura. Atualmente, com os sistemas de armazenagem modernos, é cada vez mais comum ouvirmos falar em ocupação física relacionada à altura. O mau aproveitamento do espaço está se tornando uma preocupação para empresas de vários segmentos, pois ele ocasiona grandes problemas para a organização, adotando um comportamento antieconômico.

Continuar lendo

A Logística e os Sistemas de Armazenagem em Farmácias

Sistemas de Armazenagem e Farmácia

A logística, conforme já abordamos em diversos outros momentos aqui no site, é uma metodologia de trabalho que facilita todo o processo de produção empresarial, desde a extração da matéria-prima, até a entrega ao consumidor final do produto. Em todos os passos da logística, palavra que deriva etimologicamente do termo grego logistikós (arte de calcular), há a participação de sistemas de armazenagem que contribuem para o bom funcionamento de diferentes tipos de processos. Hoje, nosso tema a ser abordado, será a logística e os sistemas de armazenagem em farmácias.

Continuar lendo