Técnicas de armazenagem: como trabalhar com estoques

As técnicas de armazenagem envolvem um conjunto de procedimentos exigidos numa empresa para otimizar a utilização do espaço e a rapidez de movimentação dos materiais armazenados.

Para a empresa, quanto maior for a agilidade, a facilidade de mobilização, a usabilidade do espaço de armazenagem e a praticidade envolvida na estocagem e movimentação dos itens necessários à sua produção ou comercialização, melhor será sua possibilidade de reduzir e eliminar desperdícios de tempo e espaço, ao mesmo tempo em que trabalha com a redução de custos e melhor seu índice de lucratividade.

Na logística de armazenagem é necessário entender e desenvolver atividades de planejamento, de coordenação, de controle e de desenvolvimento de processos de manutenção dos processos industriais ou comerciais, ao mesmo tempo em que se trabalha com a quantidade exigida de materiais, que devem ser mantidos em condições adequadas para uso, com sua distribuição sendo realizada dentro dos prazos exigidos.

A armazenagem e seus objetivos

As técnicas aplicadas na armazenagem devem ter como objetivo:

  • Maximizar o uso do espaço do armazém, aumentando sua área de utilização através de equipamentos e meios, como os paletes, por exemplo, permitindo a armazenagem de maior quantidade de produtos;
  • Garantir acesso mais rápido aos itens armazenados, utilizando sistemas que possibilitem estabelecer endereços, evitando-se, dessa forma, consumir tempo durante sua busca;
  • Oferecer proteção e conservação correta aos materiais, segundo suas propriedades e especificações.

A aplicação de técnicas de armazenagem possibilita à empresa redução de custos com transportes, utilizando o sistema de consolidação de cargas, deixando a empresa mais próxima de seus clientes e fornecedores, agilizando a produção e a entrega de produtos e compensando as defasagens apresentadas pela produção.

O correto sistema de armazenagem evita que a empresa tenha muito capital imobilizado, evitando que os itens e mercadorias permaneçam mais tempo armazenados do que o necessário, eliminando a possibilidade de perda de validade dos itens, mercadorias e produtos.

O controle e gerenciamento da armazenagem devem oferecer apenas os custos necessários para a empresa, mantendo a rotatividade dentro daquilo que é exigido pela produção ou pela comercialização, dependendo do tipo de atividade da empresa.

Um sistema de armazenagem que não possui esse controle e gerenciamento torna-se lento, pouco prático, paralisando lucros e não trazendo a produtividade e lucratividade exigidas para a manutenção e desenvolvimento da empresa.

Técnicas de armazenagem específicas

De acordo com o ramo de atividade empresarial, o empreendimento deve aplicar as técnicas de armazenagem mais adequadas para atender a demanda. Assim, por exemplo, o armazenamento de produtos químicos exige procedimentos exclusivos, baseados em normas de regulamentação oficiais para sua armazenagem e transporte.

Em empresas que precisam de rapidez na movimentação da armazenagem, o uso de planos metálicos, com estantes porta-paletes mais modernas, utilizando bases metálicas e dispensando o uso de paletes tradicionais, oferecem maior mobilidade para a movimentação e atendimento às necessidades da empresa.

O sistema de gerenciamento da armazenagem, em quaisquer situações, exige a implantação de sistemas, com softwares e hardwares específicos para sua organização, como na aplicação de endereçamento de estoque, que vai solicitar um sistema informatizado e implantação de etiquetas de barras, facilitando a localização e utilização dos itens armazenados.

Aliado a esse gerenciamento, a empresa deve buscar o melhor meio de manter a armazenagem, com os métodos de controles de estoque, como o FIFO, o LIFO ou o FEFO, que levam em conta a necessidade ou não de analisar o vencimento da validade do produto armazenado.

Ainda dentro das técnicas de armazenagem, é necessário planejar a forma como o armazém é construído, com a ventilação e iluminação necessárias, evitando o desperdício de energia elétrica e oferecendo um ambiente de trabalho adequado aos operadores.

O sistema de armazenagem é um dos mais importantes para a logística de qualquer empresa, sendo um setor que deve trabalhar de forma ordenada para a correta distribuição de produtos, insumos e mercadorias com vistas ao atendimento dentro dos prazos estabelecidos.

Ao contrário do que se imaginava no passado, o sistema de armazenagem deve ser feito de forma a render para a empresa e não apenas se tornar um conjunto obsoleto que serve apenas para manter os itens necessários para a produção ou comercialização.

Hoje, o sistema de armazenagem deve ser composto não apenas de um espaço para guardar itens, insumos e acessórios, mas sim um conjunto de controles de logística que envolvem a proteção dos materiais armazenados, o seu controle de entrada e saída, sua distribuição e controle da demanda e capacidade de produção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *