A Implantação do Sistema WMS e os Tipos de Armazém

WMS - Sistemas de Armazenagem

Já falamos aqui sobre a tecnologia WMS para sistemas de armazenagem. Hoje vamos nos aprofundar nos problemas que são frequentes e nos benefícios que a implantação desses sistemas podem gerar para as empresas, principalmente do ramo industrial.
Ao se conversar com gestores que adotaram o uso do sistema WMS em suas organizações é possível perceber que, geralmente, a economia feita com mão-de-obra é muito mais significativa que o valor gasto. Porém, para o bom uso dos sistemas de armazenagem e do WMS, a organização deve ter suas informações bem alinhadas e precisas. De acordo com os autores Simchi-Levi e Kaminsky, existem três razões que justificam a necessidade de informações precisas para o bom funcionamento de um centro logístico. Falaremos de cada uma delas a seguir:


1 – É necessário transmitir ao cliente de forma clara e precisa todas informações relacionadas a disponibilidade e situação de entrega dos produtos;
2 – Sempre que possível, a empresa deve definir metas e se comprometer a cumpri-las, gerenciando de forma eficaz tanto os recursos humanos como os estoques;
3 – A flexibilidade deve ser aumentada, de modo que seja possível fazer a identificação de recursos por meio das informações, sempre de forma estratégica.
Como os sistemas de armazenagem estão evoluindo cada vez mais na indústria, além do WMS, outro software vem surgindo no meio logístico, o Data Warehouse, que como o próprio nome sugere, guarda dados históricos e atuais no mesmo banco de dados. Com essas informações, ele possibilita a elaboração de relatórios de apoio a decisões e permite a utilização de informações logísticas como base para o desenvolvimento de estratégias organizacionais.
O WMS e todos os demais softwares que auxiliam nos processos de logística e organização de sistemas de armazenagem são ligados à Tecnologia da Informação – TI, conforme já abordamos aqui. Junto à TI, a logística se torna um ponto forte da organização na busca pela excelência do atendimento perante os seus públicos.
Muitas empresas terceirizam seu setor de logística e TI e isso, de acordo com alguns teóricos, não é o mais adequado. Eles salientam que é importante que a alta cúpula administrativa da organização possua acesso de forma fácil, rápida e prática a todos os arquivos que envolvem o setor de logística da organização. No caso de empresas que possuem o setor terceirizado, esse controle acaba ficando distante e a empresa contratada pode não ser transparente, ocultando fatos ou não esclarecendo acontecimentos em sua totalidade.
O sistema WMS é um software utilizado em quaisquer tipos de armazém, fazendo-se apenas as adequações necessárias em cada caso. A seguir, recordaremos os tipos mais comuns de armazém, de acordo com a classificação proposta por Ferreira:
Armazéns gerais: geralmente são armazéns cobertos e fechados, equipados com sistemas de armazenagem que possibilitam o depósito de diversos tipos de materiais;
Armazéns frigorificados: esse tipo de armazém possui controle de temperatura, é utilizado para armazenar alguns alimentos que estragam em temperatura ambiente, como a carne, por exemplo. Também são muito utilizados pela indústria farmacêutica e de cosméticos;
Galpões: os galpões são construções sem portas e muitas vezes também sem paredes, tendo apenas palanques de apoio. É muito utilizada na agricultura, uma vez que os produtos assim que colhidos necessitam de ventilação para durarem mais tempo, como é o caso do alho e da cebola, por exemplo;
Armazéns transitórios: é uma espécie de trailer, que pode ser desmontado e transportado facilmente de um local para outro. É utilizado, principalmente, em casos onde há uma demanda maior de estoque e a empresa não quer investir numa ampliação de seu espaço físico, por se tratar de uma situação passageira.
Armazéns elevados: como a própria nomenclatura sugere, os armazéns elevados são construídos com determinada altura acima do chão. Isso é feito para que os produtos permaneçam em uma área com maior circulação de ar.
Armazéns subterrâneo: os armazéns subterrâneos são aqueles que ficam embaixo da terra. Foram muito utilizados pelo exército americano na época da segunda guerra, quando soldados criaram áreas secretas para a armazenagem de armas e munição, além de servir para refúgio durante ataques dos rivais.

Outras funções que facilitam o sistema WMS facilita, estão diretamente ligadas à:

Processo de Recebimento

  • Realização de um processo que faz uma espécie de agendamento dos produtos que darão entrada nos estoques;
  • Criação de um sistema de prioridades de descarregamento das mercadorias;
  • Modernização do sistema de portaria, assim como no processo que faz a conferência dos códigos de barras;
  • Para este processo de conferência, são analisados itens como peso, cubagem e padrão de embalagem do produto;
  • Diminuição do tempo perdido com o sistema de espera;
  • Maior agilidade na captação de informações das notas fiscais dos fornecedores;
  • Um maior controle na qualidade dos produtos que estão sendo recebidos.

Independentemente do tipo de armazém para estoque, os sistemas de armazenagem e a tecnologia WMS sempre são úteis as empresas, desde que supervisionados e planejados de forma correta pela própria organização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *