Tire suas dúvidas sobre o sistema FIFO

Em alguns momentos aqui no Sistema de Armazenagem, já comentamos sobre os diversos sistemas que podem facilitar a agilidade no processo de trabalho para quem faz uso dos sistemas de armazenagem ou os conhecidos depósitos. Desde as estruturas, como os pallets, por exemplo, e diversos métodos que só contribuem para as melhorias dos processos cotidianos nas empresas.

Tire suas dúvidas sobre o sistema FIFO

Agora, vamos conversar um pouco sobre alguns processos que visam trazer inovação aos sistemas de armazenagem, como o FIFO. A sigla, que na língua inglesa vem do termo ‘First in, first out’, e em português pode ser traduzido como ‘o primeiro produto a dar entrada no armazém, assim como, o primeiro produto a dar saída’, dessa forma, tem o objetivo de impedir que ocorra a perda das mercadorias, seja por vencimento da data de validade, assim como extravio das mercadorias.

Aqui no Brasil, a sigla também adota algumas terminações diferenciadas do que no inglês, como PEPS, ou seja, o ‘A primeira mercadoria a entrar é a primeira a sair’. Simbologias diferentes para os mesmos usos e significados. Dessa maneira, a terminação pode facilitar quando o assunto for melhor memorização do processo para os profissionais que trabalham no setor de estoque e armazenagem.

Além disso, este método conta ainda com vantagens especiais, que vão além do fato de evitar que um produto passe do seu período de validade durante o seu tempo de armazenagem no depósito.

  • Mais agilidade: o FIFO auxilia e proporciona um ponto facilitador em relação a separação, a localização, além das já mencionadas entradas e saídas dos produtos do armazenamento;

 

  • Um maior cuidado na questão que envolve produtos não perecíveis: este método, que regula a entrada e saída de mercadorias, ajuda a evitar que os produtos, cujas datas de validade das mercadorias que possuem um período de vida mais curto, estraguem ou sejam deteriorados por conta de problemas no quesito de distribuição;

 

  • Melhorias no setor organizacional para empresas que trabalham com logística: o processo de utilização do FIFO, pode ser implementado ainda durante a construção do inventário, utilização do transporte e durante o período de estocagem de todos e quaisquer tipos de produtos a serem armazenados.

 

  • Incentivo ao aumento do lucro: o método apresentado nessa postagem, também auxilia que as corporações possam reduzir as dimensões dos estoques e, dessa forma, resultar em uma diminuição nos quesitos que envolvem os custos estruturais, já que cada mercadoria que forem comercializadas geram automaticamente novos pedidos de reposição e ajudam a manter o fluxo permanente e constante dos produtos. Tudo isso, sem a necessidade da criação de depósitos com dimensões gigantescas, assim como grandes equipamentos de apoio.

 

  • Geração facilitada na rotina de precificação: a atividade que necessita colocar preços, também pode ser facilitada com a ajuda deste processo descrito no decorrer deste texto. Pois os produtos podem ser monitorados, dessa forma, o sistema consegue informar qual o verdadeiro custo que cada produto representa dentro do destoque, auxiliando quando se é necessário aumentar ou diminuir o custo final quando as mercadorias são enviadas para o ponto de venda, gerando assim, um impedimento para futuros prejuízos.

 

  • Uma melhoria no processo que envolve compatibilidade com a avaliação dos estoques: isso acontece, porque o sistema de First in, first out, é utilizado por órgãos da Receita Federal, que são responsáveis para avaliar se os armazéns das empresas estão de acordo com as normas estabelecidas, dessa maneira, conseguem calcular com mais precisão os tributos a serem cobrados das corporações.

 

  • Um maior controle: com este processo fica mais fácil para as grandes companhias verificarem quando existe uma grande diminuição nos produtos que circulam pelo estoque (entradas e saídas), obedecendo, assim, uma sequência lógica e de maneira extremamente ordenada.

Se até aqui podemos verificar as vantagens e melhorias proporcionadas pelo sistema FIFO, vale ressaltar que existem outros métodos que podem ser igualmente eficazes, sempre levando em consideração que podem sofrer mudanças conforme o seu tipo de negócio, assim como, a estrutura do seu sistema de armazenagem.

Conheça um pouco sobre eles:

  • LIFO: também conhecido como ‘Last In, First Out’. Um sistema que nasce do princípio do FIFO, com a diferença que ao invés de usar a técnica de o primeiro produto a entrar no estoque, deve ser o primeiro a sair, este processo diz que, o último produto a entrar, será o primeiro a sair.
  • FEFO: ao contrário dos demais processos citados até então, o sistema de ‘First Expired, First Out’ ou simplesmente o ‘primeiro produto que vence, será o primeiro a sair’, faz relação com o método que envolvem as datas de validade das mercadorias, ou seja, quando uma atinge uma data de validade limite conforme estabelecido pelo controle de qualidade, será a primeira entre todos os produtos estocados a abandonar a estocagem e ser encaminhada para a distribuição.

Finalizando e concluindo, o sistema FIFO e todos os demais processos podem ser livremente empregados no seu sistema de distribuição. Servindo como um auxílio às estante com formato em porta-paletes e que fazem uso da tecnologia Easy Toque e que podem, ainda, passar por um processo de montagem e desmontagem extremamente facilitado em poucos minutos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *